domingo, 5 de junho de 2011

Essa vontade gritante, esse desejo infindável de escrever palavras pra ti

Parece que estamos bem, eu acho que estamos seguindo um caminho perto de algo seguro, perto de ti me sinto segura, estar contigo me traz paz. Tenho visto nossos erros, alguns quase irreversíveis, vejo também que estamos agindo conscientemente, evitando grandes chateações. Eu tenho sido tão transparente contigo, isso me doía, por não saber se pra ti fazia alguma diferença. Eu continuo sem saber, tu é cheio de mistérios, tenta ser, me deixa mergulhar em tua profundidade e me perder atrás do teu pensamento. Temos oscilado bastante entre a razão e a emoção, eu tenho oscilado também entre a obsessão, entre o desejo, entre o não poder, entre os sonhos e a realidade. É evidente que eu estou pronta pra te amar, tento omitir esse fato, mas a minha cabeça grita, meu corpo te deseja. O amor está aqui, atrás do pensamento. O coração só espera uma única certeza pra se entregar. Tu vive viajando, assim como eu, e é esse um dos motivos que faz com que eu me ache tão parecida contigo e me sinta tão próxima de ti. Não se se você concorda, mas acho que entende. Quando eu tento 'fugir'algo me puxa, me atrai, me leva de volta você. Quero ficar mais tempo contigo, temos tanta coisa pra falar, eu sinto isso, temos muito a ensinar, a aprender, a sentir juntos. 


Será que vamos permanecer em pêndulo ou será que vamos transcender? Só o futuro dirá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário