terça-feira, 27 de setembro de 2011

-

É tão estranho gostar de alguém... é bom, você não se sente vazio, você pensa na pessoa, em como te faz bem estar junto dela, e isso te faz sorrir... mas é estranho, você acaba se tornando dependente da pessoa, você fica otimista, esperando que a relação se torne séria, você fica com a esperança de que a pessoa goste de você também... você aguarda ansiosamente uma ligação, uma sms, um convite, um pedido, você passa horas imaginando cenas ao lado dessa pessoa, se apega, começa a ver uma outra perspectiva, é tão estranho. Você acaba ficando inseguro, você não tem certeza se vai durar, se vão continuar, você não sabe se receberá a ligação, a sms, o pedido, o convite, você não sabe, não tem certeza se é ou não correspondido, e, aos poucos, vai sofrendo por antecipação, não sabe o que faz, ou até sabe, mas não quer fazer. Você sabe que tudo que começa um dia termina, e, mesmo assim quer se arriscar, quer tentar, quer viver, mas não depende só de você pra acontecer. E os minutos, horas, dias, passam lentamente, e você fica agoniado, angustiado, ansioso, e tenta, em vão, encontrar razão pra tudo isso, esse sentimento que chega de mansinho, e quando você para pra ver percebe que está apaixonado, e não sabe o que fazer. Você tenta se controlar, mas não consegue.

Nenhum comentário:

Postar um comentário