sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

E o que eu faço com essa saudade? Como controlar esse desejo que me invade?  O que fazer com essa vontade insaciável de você que insiste em me consumir, me tornando assim dependente de ti? Só você consegue causar em mim essa sensação estranha e ao mesmo tempo maravilhosa que só se sente quando está amando, chega a doer, me faz bem.
Me pergunto diariamente se isso irá durar, se você também sente algo tão forte assim por mim, se ainda é cedo... 
Às vezes parece mais fácil fugir disso tudo, terminar logo com essa agonia e desistir de ti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário