domingo, 15 de janeiro de 2012


" Agora que a poeira já baixou
Eu já posso ver o que sobrou
Atrás ainda estão suas lembranças e o destino que você
mudou
Será que um dia eu vou poder voltar e te dizer "mais
do que tudo eu quero ter você e esquecer"?
Vou como um trem: reto e sem olhar pra trás
Dentro de mim só lembranças de nós dois
E se eu me apaixonar?
E se eu me apaixonar?
Eu sei que eu vou me arrepender, me arrepender. "




Nenhum comentário:

Postar um comentário