quarta-feira, 18 de abril de 2012

Te esperei dois dias, dois meses, duas semanas, dois anos.... Te esperei a vida quase inteira até ontem, te esperei naquele parque, sentada naquele banco que ficava debaixo da sombra da laranjeira verde. 

Te esperei e sonhei contigo chegando.. Oh, e como sonhei com diferentes chegadas, e sorrisos, e olhares, e palavras doces... Te esperei e sonhei contigo me pegando pelas mãos e me conduzindo a bailar contigo rua afora debaixo de chuva, sentindo frios na barriga, pulando nas poças e se sujando com a lama... Te esperei e sonhei contigo dizendo que me ama, que quase desistiu, mas que sabia que um dia iria me encontrar, e que sabia que estaria naquele banco a lhe esperar... Te esperei, e ouvi você sussurrar um " Venha, vamos nos amar ali naquela barraca! " ao pé do meu ouvido, e eu, louca apaixonada, ia, sem pensar duas vezes, morrer de prazer em teus braços. Te esperei, e vi você se despedindo, e me convidando pra viver o resto da vida ao teu lado, e me levando, contando sobre o futuro maravilhoso que estava a nos esperar... 

Te esperei dois dias, dois meses, duas semanas, dois anos... Te esperei a vida quase inteira até ontem, te esperei naquele parque, sentada naquele banco que ficava debaixo da sombra da laranjeira verde. Te esperei, e você me enviou um torpedo, dizendo que não viria mais, e a laranjeira verde desde então apresentou uma coloração prateada, e eu parti, deixando ali tudo que havia em mim relacionado a você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário