quinta-feira, 3 de janeiro de 2013


Celular a tiracolo, a ansiedade não a deixa esquecê-lo. O calor insiste em permanecer, parece que tudo vai bem, o mal estar já é rotina, e a cabeça continua fervendo em pensamentos, porém as ideias estão mais claras. 

O ano é novo, mais os dias são os mesmos, ela continua fazendo tudo igual, quase tudo errado, nada mudou, seus métodos falharam. A única grande mudança é que agora ela tem se perguntado todas as manhãs o que ela realmente quer, e se tem certeza que quer o que já tem.

E hoje ela acordou se sentindo estranha, após tanto tempo dentro de si percebeu que precisa fazer alguns ajustes, mas ela sabe que por mais que se ajuste nunca vai estar bom o suficiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário